LIVRO: Perdendo a Supremacia Militar

2b6cc5b1-8627-421c-99a4-bfbbb3965916

O fato de os EUA enfrentarem profunda crise, possivelmente a pior de sua história, já é aceito pela maioria dos observadores, exceto talvez os mais iludidos. Muitos norte-americanos sabem, sim, disso. De fato, se há alguma coisa com a qual concordam os que apoiaram Trump e os que o odeiam apaixonadamente, será que a eleição dele é prova clara de crise profunda (eu acrescentaria que a eleição de Obama, antes, também teve, como uma das principais causas, a mesmíssima crise sistêmica).
Quando falam dessa crise, muita gente mencionará a desindustrialização, a queda na renda real, a falta de empregos bem remunerados, de serviços de saúde, o aumento no número de crimes, a imigração, a poluição, a educação e muitos outros fatores que contribuem. Mas de todos os aspectos do “sonho americano”, o que resiste há mais tempo é o mito que reza que os militares norte-americanos seriam “a melhor força de combate de toda a história”.
CONTINUE LENDO A MATÉRIA AQUI:
Anúncios